terça-feira, 29 de novembro de 2016

Cel Calixto 12193

Cargo em disputa: Deputado Estadual
Mato Grosso do Sul
PDT / MS
  • POSIÇÃO91º
  • VOTOS1.857 (0.14%)
  • SUPLENTE
Cel Calixto
Cel Calixto foi candidato a Deputado Estadual de Mato Grosso do Sul pelo Partido Democrático Trabalhista e não foi eleito. Obteve 1.857 votos (0.14%).

Dados de Cel Calixto

Nome: João Alves Calixto
Idade: 56 anos (06/11/1960)
Naturalidade: MS - Jatei
Estado Civil: Divorciado(a)
Ocupação: Bombeiro Civil
Escolaridade: Superior completo

Candidato a Deputado Estadual Cel Calixto 12193

Número: 12193
Nome para urna: Cel Calixto
Cargo a que concorre: Deputado Estadual
Estado: Mato Grosso do Sul
Partido: Partido Democrático Trabalhista
Coligação: MATO GROSSO DO SUL COM A FORÇA DE TODOS IV (PDT / PSDC)

sexta-feira, 16 de setembro de 2016


Grupo teatral se apresenta a peça 'Cadê' até dia 17 de setembro.
Serão feitas várias brincadeiras clássicas de outros, resgatadas pelo grupo.

Do G1 MS
A temporada 2016 do Circito de Teatro de Mato Grosso do Sul vai levar o espetáculo "Cadê" para Nova Alvorada do Sul, Ivinhema, Jateí e Dourados. O grupo teatral Aplausos se apresenta até o próximo dia 17 de setembro.
O evento é realizado pelo governo do estado, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei) e da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul(FCMS).
Com maratona de apresentações teatrais gratuitas, o circuito realiza apresentações em teatros, espaços alternativos, ruas e praças de 48 cidades do interior do Estado. A entrada para todos os espetáculos é franca.
"Cadê"
O espetáculo foi desenvolvido a partir da investigação da arte do palhaço na cena teatral. Na plateia deste espetáculo todo mundo vira criança. São dezenas de brincadeiras clássicas de outros tempos, resgatadas pelo grupo: esconde-esconde, pega-pega, pula corda, bambolê, peão e outras tantas que só quem tem (ou teve) infância sabe o quanto é bom.
Postado por: Carlos PAIM

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Caixa Alta

Principais Jornais de Mato Grosso do Sul

Divulgação da Parceria, Google, Fundação Portal do Pantanal - Fm América, Painel de Blogs do Paim.

http://www.ejornais.com.br/jornais_mato_grosso_sul.html


Site do Midiamax News
Divulgação da Parceria, Google, Fundação Portal do Pantanal - Fm América, Painel de Blogs do Paim

http://www.midiamax.com.br/

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Identificação biométrica de eleitores é obrigatória em 9 cidades do MS
 
Hoje (4) é o último dia para que eleitores de Fátima do Sul, Jateí, Vicentina, Ribas do Rio Pardo, Camapuã, Sidrolândia, Bandeirantes, Jaraguari e Bonito, no interior de Mato Grosso do Sul, façam o cadastramento biométrico no TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

O prazo para se regularizar com a Justiça Eleitoral vence nesta quarta-feira em todo o país, porém, nem em todas o cadastramento biométrico é obrigatório, podendo ele ser feito após a reabertura do procedimento sem prejuízo para a votação desde ano.

Eleitores que estão com o título cancelado ou desejam tirar o primeiro título, ou ainda precisam fazer a transferência de domicílio eleitoral ou alterar local de votação também tem só até amanhã para resolver a situação. Eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida que desejam votar em seção eleitoral especial também podem pedir o auxílio só até esta quarta.

Para saber como está sua situação com a Justiça Eleitoral, basta acessar o site do TRE-MS (www.tre-ms.jus.br), clicar na aba Eleitor, e depois em Situação Eleitoral. No site do TRE também é possível imprimir a Certidão de Quitação Eleitoral.
Campo Grande News
Postado por : Ygor Mendes Iavdosciac

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Comissão do Senado aprova medida que facilita repasses a Estados e municípios

Proposta vai agora a votação no plenário da Casa; a ideia é que senadores e deputados possam indicar qual ente federativo vai ser beneficiado com os recursos, que serão repassados diretamente aos cofres municipais ou estaduais

Brasília - Em meio à reclamação de falta de recursos por parte governadores e prefeitos, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira, 12, uma Proposta de Emenda à Constituição que facilita repasses para Estados e municípios. Com a medida, parlamentares poderão direcionar suas emendas diretamente ao Fundo de Participação dos Estados (FPE) e ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A PEC segue agora para a apreciação no plenário.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

MMA fortalece parcerias na Amazônia Legal

Arte/Leandro Vieira

Encontros com os nove Estados da região buscam estabelecer estratégias de fortalecimento do Zoneamento Ecológico-Econômico
Por: Rafaela Ribeiro – Editor: Marco Moreira
O Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apresentam, nesta terça-feira (07/07) em Palmas, Tocantins, e quarta-feira (08/07), em São Luís, Maranhão, os resultados do Projeto Uniformização do Zoneamento Ecológico-Econômico da Amazônia Legal (UZEE).

As apresentações encerram um ciclo de seminários nos nove Estados da Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins), com o objetivo de estabelecer estratégias conjuntas de fortalecimento do zoneamento ecológico-econômico (ZEE) na região. Os encontros reúnem gestores públicos, técnicos e demais interessados no tema.
 INTEGRAÇÃO
A iniciativa faz parte do projeto Uniformização do Zoneamento Ecológico-Econômico da Amazônia Legal e integração com o Zoneamento Agroecológico da Região, apoiado pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). A iniciativa é executada a partir da larga experiência do Ministério do Meio Ambiente e do Consórcio ZEE Brasil. O estudo conta com uma equipe formada por pesquisadores de diversas instituições presentes na região amazônica, em permanente diálogo com os estados.
Como a produção de energia renovável e sustentável é um desafio global, o UZEE Amazônia Legal está indicando as espécies agroenergéticas mais adaptadas à região e as áreas aptas para o cultivo. Entre as espécies florestais identificadas está o tachi-branco, cujo sistema de produção já foi desenvolvido pela Embrapa. A intenção não é restringir as potencialidades nem impor outras atividades produtivas, mas sim racionalizar o uso do território e organizá-lo em torno de premissas ambientais, econômicas e sociais que respeitem e valorizem a vocação da região.
 RESULTADOS
De acordo com o gerente do Departamento de Zoneamento Territorial do MMA, Bruno Abe Saber Miguel, entre os resultados do projeto estão: a disponibilização da base de informações sobre os ZEEs da região por meio do Sistema Interativo de Análise Geoespacial da Amazônia Legal; a compatibilização das diretrizes de uso e ocupação elaboradas a partir das diversas iniciativas de Zoneamento Ecológico-Econômico, em uma perspectiva macrorregional; e a capacitação das instituições financeiras e dos atores locais em gestão territorial a partir dos diferentes produtos gerados pelo zoneamento.
Além disso, destaca que a iniciativa tem contribuído, consideravelmente, para estreitar a relação de cooperação do MMA com os nove Estados amazônicos, proporcionando a contratação de profissionais para apoiar os órgãos estaduais responsáveis pelo ZEE e a presença constante da equipe do ministério nas atividades que integram a região.
“Enquanto alguns Estados, como Acre e Pará, já concluíram a elaboração de seus zoneamentos e têm avançado na implantação do instrumento, outros, como Roraima e Tocantins, ainda estão formulando seus ZEEs”, afirmou Miguel. “O projeto tem proporcionado um grande apoio, de acordo com a situação de cada Estado.”
Busca-se, também, a articulação do ZEE com os zoneamentos agroecológicos de culturas nativas favoráveis à produção de bioenergia, identificando-se, naquelas aquelas áreas já desmatadas (estimadas em cerca de 700.000 km2), os locais com aptidão para seu cultivo. “Com os impactos previstos do aquecimento global na configuração da produção agrícola nacional, essa iniciativa reveste-se da maior importância para orientar o crescimento sustentável da produção de bioenergia com a conservação dos serviços ambientais e dos recursos naturais. Além de contribuir para a própria política de restauração e reflorestamento anunciada recentemente pela presidenta Dilma Rousseff”, destacou Saber.
 SAIBA MAIS
O zoneamento ecológico-econômico é um dos instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente e busca orientar os programas, planos e políticas voltados ao uso e ocupação do território de acordo com suas fragilidades e potencialidades. Para tanto, parte do diagnóstico dos meios físico, socioeconômico e jurídico-institucional e do estabelecimento de cenários exploratórios para a proposição de diretrizes legais e programáticas para cada unidade territorial identificada.
De acordo com o novo Código Florestal (lei federal 12.651/2012), todas as unidades da federação precisam elaborar e aprovar seus ZEEs até maio de 2017, de acordo com a metodologia proposta pelo Governo Federal.

Asssessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA) - (61) 2028.1165

sábado, 13 de junho de 2015



Jardim Botânico do Rio festeja 207 anos 

Divulgação/JBR

Dois séculos de história
Órgão federal vinculado ao MMA é um importante centro de pesquisa mundial em botânica e conservação da biodiversidade. Para celebrar data de aniversário, neste sábado (13/06), instituição faz intensa programação


Por Letícia Verdi* - Edição: Sérgio Maggio Neste sábado (13/06), o Jardim Botânico do Rio de Janeiro completa 207 anos de existência. Hoje, o Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro – nome que recebeu em 1995, é um órgão federal vinculado ao Ministério do Meio Ambiente (MMA) e constitui-se como um dos mais importantes centros de pesquisa mundiais nas áreas de botânica e conservação da biodiversidade. O Jardim foi criado no ano de 1808 pelo príncipe regente português Dom João para instalar no local uma fábrica de pólvora e um jardim para aclimatação de espécies vegetais originárias de outras partes do mundo. O primeiro desafio foi aclimatar especiarias do Oriente: chá preto, baunilha, canela, pimenta e outras. O Jardim Botânico conferia à Corte ares de ‘civilidade’ e ajudava a propagar a beleza e a exuberância da natureza brasileira, junto aos estrangeiros que aportavam na cidade. A data será comemorada com intensa programação cultural, científica e histórica, como a inauguração de canteiros de Cactário e a exposição de obras restauradas do Mestre Valentim. Para quem estiver no Rio, o final de semana será intenso, com direito a bolo de aniversário e parabéns. DESTAQUES DA FESTA: √ Atração: Cactário Atividade: Inauguração de novos canteiros do Cactário. A área, que contava com 2 mil m2, dobrou de tamanho. Os visitantes conhecerão cactos e suculentas das mais variadas formas, dimensões e cores, de diferentes regiões e países, algumas ameaçadas de extinção. Quando: Dia 13/06, às 10h. √ Atração: Ateliê de Restauração Mestre Valentim Atividade: Os visitantes podem conhecer de perto o processo de restauração de quatro esculturas do artista colonial Mestre Valentim – Eco, Narciso e duas Aves Pernaltas – datadas de 1785. As obras integram o acervo da instituição desde o início do século XX.  A restauração dessas obras, de grande valor cultural, está alinhada a um projeto de valorização do patrimônio do Jardim Botânico e às comemorações dos 450 anos do Rio de Janeiro. Quando: Dia 13/06, às 11h. √ Atração: Trilha histórica com personagens de época O quê: Atores caracterizados como D. João, fundador do Jardim Botânico, e sua mulher, Carlota Joaquina, serão guias de um passeio pelos pontos históricos mais importantes do Jardim, entre eles as ruínas da antiga Fábrica de Pólvora e o Sítio Arqueológico Casa dos Pilões. Quando: Dias 13 e 14/06, às 9h, às 15h e às 16h. √ Atração: Parabéns para o Jardim Atividade: Os personagens de D. João e Carlota Joaquina também vão puxar o coro de parabéns pelos 207 anos do Jardim Botânico, com direito a bolo, no Parque Infantil. Quando: Dia 13/06, às 12h30. √ Atração: Lançamento do DVD Montanhas da Amazônia Atividade: Lançamento do DVD sobre a aventura e o desafio das expedições de uma equipe de pesquisadores do Jardim Botânico a alguns dos locais mais remotos do Brasil: as montanhas amazônicas, registradas em um documentário com fotografia e direção de Ricardo Azoury. No evento, haverá a distribuição de 100 DVDs ao público, que poderá conversar com os pesquisadores após a exibição do filme. Quando: Dia 13/06, às 17h, no Museu do Meio Ambiente. √ Atração: Visita guiada ao Solar da Imperatriz Atividade: O público poderá visitar a construção colonial e seus jardins internos projetados por Burle Marx. A arquiteta Dalila Tiago contará curiosidades sobre a história do Solar e mostrará alguns aspectos da reforma do prédio onde hoje funciona a Escola Nacional de Botânica Tropical. Quando: Dia 13/06, das 14h às 16h. √ Atração: Conheça a flora do Jardim em visitas guiadas por pesquisadores Atividade: Uma oportunidade para conhecer a trilha de duas famílias de plantas nativas dos trópicos, as mais cultivadas no Brasil pela atratividade de suas flores - Araceae e Heliconiaceae. Quando: Dia 13/06, às 14h. *Com informações da Ascom do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.
Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA) (61) 2028.1227.